RUA 47 LOTE 111 - 71691008

  • VENDAS: (61)98404-3032 98179-0546 / 99818-7066
  • idiomas

Notícias

21/11/2012
Fundo imobiliário dispara 150% neste ano na Bovespa
Fundo imobiliário dispara neste ano na Bovespa
 
21/11 - Os fundos imobiliários vêm atraindo cada vez mais a atenção de investidores. Prova disso é que o volume, bem como o número de negócios de fundos listados em bolsa até o final de outubro, cresceu cerca de 150% este ano em relação ao ano passado.
 
O volume negociado evoluiu de R$ 912 milhões para R$ 2,2 bilhões. Já o número de negócios passou de 77 mil para 212 mil, de acordo com dados da BM&FBovespa. Ou seja, existe hoje maior liquidez para quem quer vender ou comprar posições no mercado secundário.
 
Em outubro, o volume atingiu o recorde histórico mensal de R$ 351 milhões negociados.
 
A explicação pode estar na queda da taxa de juros que criou uma maior necessidade de diversificação de investimentos e provocou um aumento de 40% no número de investidores que aplicam em fundos imobiliários listados em bolsa. No final de outubro, eles somavam mais de 58 mil, 99% deles pessoas físicas.
 
Paulo Cirulli, gerente de produtos da bolsa, diz que o crescimento do mercado imobiliário, bem como a atração histórica do brasileiro por investir no mercado, explicam o aumento da demanda pelo produto.
 
"Colhemos agora o resultado de aprimoramentos na legislação do mercado. Isso ainda é complementado por um momento econômico propício, que aumenta a atratividade do produto". Ele também cita condições regulatórias favoráveis, como a isenção de Imposto de Renda.
 
Apenas neste ano, a valorização média das cotas dos 44 fundos listados no Índice de Fundos Imobiliários (Ifix) da bolsa foi de 26,86% até o pregão de segunda-feira.
A maior valorização entre os fundos com maior peso no índice, de 42,11%, foi verificada no Brasil Shopping, administrado pela Credit Suisse Hedging-Griffo, que tem como objetivo adquirir participações em diversos shoppings centers.
 
Em seguida, está o Renda Imobiliária da Kinea, parte do do conglomerado financeiro Itaú e que investe em diversos imóveis comerciais, cujo aumento do valor da cota foi de 39,12%.
 
Para dar ainda mais impulso ao mercado, existem hoje 13 ofertas primárias de cotas de fundos imobiliários em análise na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Apenas este ano já foram listados mais 20 fundos na bolsa.
 
O consultor de investimentos Sérgio Belleza estima que haja um volume de R$ 8 bilhões em aprovação. "O foco são fundos que geram renda frequente, cuja rentabilidade média é de 0,70% ao mês, e 8% ao ano".
 
Rodrigo Machado, vice-presidente do comitê de produtos imobiliários da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), aponta que a tendência será ter fundos maiores com ativos diversificados. "Isso dá ainda mais liquidez ao mercado após a autorização recente do regulador para que fundos contratem formadores de mercado".
 
Alerta
 
Para Cirulli, a indústria se aprofunda e desenvolve, mas, por outro lado, exige cautela do investidor. "A diversidade aumenta, assim como a necessidade de diversificar riscos", diz.
 
Isso porque começam a surgir gestoras sem experiência com este tipo de produto.
 
João da Rocha Lima Junior, sócio diretor da consultoria Unitas, aponta que é possível que algumas cotas estejam caras, principalmente em fundos criados nos últimos meses, que têm uma política de precificação agressiva e investem em imóveis comerciais.
 
"No ano que vem haverá maior oferta deste tipo de imóvel, e o preço do aluguel vai se reequilibrar em níveis mais baixos. Isso pode ter impacto sobre a cota, considerando que a taxa de juros não sofra mais alterações", conclui. Ele aponta que, com a Selic no menor patamar, a tendência é que o valor das cotas se estabilize.
 
Fonte: Brasil Econômico
Escrito por: Marília Almeida
Postado Por Blog Do Contabildade Na TV 
 
 
Fonte: Sonia Imóveis
Outras Notícias
07
12
REGULARIZAÇÃO DE SÃO SEBASTIÃO
[+] saiba mais
05
01
Metro quadrado no DF segue como o mais caro do País
[+] saiba mais
05
01
À MARCIO IMÓVEIS te da dicas para facilitar a aquisição e não cair em enrascada.
[+] saiba mais
10
01
PREÇO DA LUZ MAIS CARO NESTE ANO
[+] saiba mais
11
01
FGTS cria linha de financiamento para compra de material de construção
[+] saiba mais
04
06
Jardins Mangueiral recebe novos moradores
[+] saiba mais
06
06
Caixa amplia prazo de financiamento de imóveis para 35 anos e corta juros
[+] saiba mais
06
06
Com cortes em financiamento de imóveis, Dilma quer reativar a economia
[+] saiba mais
21
06
Sedhab e Codhab divulgam relação de candidatos ao programa habitacional
[+] saiba mais
23
06
Caravana da Regularização chega a cidade de Planaltina-DF
[+] saiba mais
 
Voltar

Precisa de mais informações?

Nossa equipe está à sua disposição!

entre em contato